Mas eternamente não, patrão!

Poema alusivo ao centenário de José Craveirinha.   Há quem, um dia, acreditou que partiste e festejou-te a morte, satanhoco! e hoje, assim como todos dias, renasces em mim, e já lá se vão cem anos dentro dessa renovação a celebrar-te a vida após a vida, porque tens uma vida onde os dias possam habitar, a […]

Timbilando sonhos

Por: José Paulo Pinto Lobo   Ao Jorge Ferrão, inspirado em palavras suas   Esperanças grisalhas Timbilando sonhos Nas asas de um milhafre   Brancas nuvens Dedilhando sonhos No mshiro das deusas da Ilha   Juno nas plumas de um pavão   Mar esmeralda Harpeando sonhos Nos raios de um Índico sol   Vénus num […]

ÓMICRON E OS OUTROS 

Aqui estou   no meu rico e empobrecido continente.   Vocês sabem que nunca vos pedi asilo nenhum   nem por terra, nem pelas nuvens, nem pelos mares.   Sei que só os fracos o fazem,   e mesmo estes quando vos demandam   vão à busca do espólio e dos bustos dos seus antepassados. […]

E AGORA…

  Abrem-se-me fendas na retina Lâminas em jihad sangrando a dor Cravada no ventre até ao cabo – É o meu destino no vasto Moçambique?   Rasgo sulcos no mar da esperança Ondas sem norte meus rebentos engolem Se quero alguma ajuda em suplício? – Apenas paz que se apaga no luzir dos rubis   […]