“’Aroma fóssil’ é este processo de procura anterior”

O novo livro de M. P. Bonde tem 59 páginas e é uma viagem do poeta com muitos pontos de fuga. Aroma fóssil é, também por isso, um processo de procura anterior, através do qual o autor pretende seguir em frente, um pouco livre do que já publicou em livro. Nesta entrevista, Bonde refere-se a […]