Médicos paralisam actividades em Angola e exigem melhores condições de trabalho

Os serviços de urgências dos hospitais da cidade de Luanda, capital de Angola, estiveram abarrotados, ontem, devido à greve dos médicos. Os profissionais suspenderam as actividades em protesto contra más condições de trabalho. Vários médicos angolanos estão em greve por tempo indeterminado, a partir desta segunda-feira, em Luanda. O impacto já se faz sentir em […]