Mia Couto desafia instituições financeiras a contribuírem para a cultura

O escritor Moçambicano Mia Couto diz que as instituições dedicadas à área financeira têm que ter a componente social e contribuir para o impulsionamento da cultura e artes. O escritor defendeu seu posicionamento, na última sexta-feira, durante uma conversa intimista com o Nedbank Moçambique. A conversa não serviu apenas para fazer perguntas, mas também colocar […]