O Rosto e o Tempo, de Armando Artur*

Por: Albino Macuácua   A leitura desta antologia que sintetiza o conjunto das obras dos 35 anos de produção literária de Armando Artur devolveu-me, à primeira, às reflexões baumgartenianas. No século XVIII, Baumgarten teria fundado a ciência das sensações, ou seja, a estética, sob uma reflexão filosófica antes inexistente, com o objectivo de estudar o […]

‘O rosto e o tempo’ de Armando Artur apresentado esta quarta-feira

O rosto e o tempo reúne textos de livros que Armando Artur lançou ao longo dos anos. Com organização do escritor Lucílio Manjate, a obra literária é editada pela Alcance Editores e será apresentada publicamente esta quarta-feira, pelas 17h, no Boske, Cidade de Maputo. A sessão de apresentação do livro O rosto e o tempo […]

Autores encontram-se na Feira Internacional do Livro de Quelimane quarta-feira

Escritore, poetas e editores vão debater o tema Literatura e viagem na primeira dição da Feira Internacional do Livro de Quelimane. O evento vai realizar-se de forma virtual, a partir desta quarta-feira.   A primeira edição da Feira Internacional do Livro de Quelimane vai iniciar esta quarta-feira, na capital zambeziana. Ao longo de três dias, […]

Armando Artur vence Prémio José Craveirinha 

O poeta Armando Artur foi laureado com o Prémio Literário José Craveirinha de Literatura 2020. A cerimónia da consagração realizou-se esta quarta-feira, na Cidade de Maputo.   Do poeta as palavras quase fugiram. Depois de receber o cheque gigante na ordem de 25 mil dólares (mais ou menos um milhão e quatrocentos mil meticais) e […]

35 anos de percurso literário e mais três livros de Armando Artur

O poeta Armando Artur comemora 35 anos de percurso literário com a publicação de três livros. Falando do que aí vem em termos de obras, esta quinta-feira, na cidade de Maputo, o autor aproveitou a ocasião para dizer que a crítica não está a conseguir acompanhar a evolução da produção literária no país. Em termos […]

Terra sonâmbula

Terra Sonâmbula, 1992, é o quarto livro do escritor moçambicano Mia Couto, e seu primeiro romance. Esta obra, não só olhando por aquilo que é definido pelas teorias da literatura, como também pelo impacto que a mesma cria num simples leitor, é, na minha opinião, um dos melhores livros deste autor. Diga-se de passagem, Mia […]

Dialéticas literárias em tempos de crise: que ideias para o futuro?*

Eu tenho cá para mim que os grandes booms literários acontecem sempre em tempos de grandes crises. Estes ocorrem justamente quando a literatura, pela sua natureza, busca retratar, relacionar, estabelecer rupturas, ou mesmo consertar dialecticamente as fissuras do mundo. E tenho dito, inclusivamente, que, para a literatura, tal como a própria vida nos ensina, todos […]