O País – A verdade como notícia

Moza Banco e FNDS firmam parceria no âmbito do Projecto SUSTENTA

O Moza Banco e o Fundo Nacional do Desenvolvimento Sustentável (FNDS) assinaram um protocolo para a disponibilização de um fundo no valor de 1.173.216.999,57 meticais, ao abrigo do Projecto SUSTENTA, para apoiar o agro-negócio.

O protocolo enquadra-se na procura de soluções de financiamento que beneficiem “o sector primário da economia [agricultura] de uma forma consistente e verdadeiramente viável”.

As duas instituições que assinaram o protocolo entendem que o valor de financiamento “contempla uma linha de crédito destinada a apoiar o sector do agro-negócio, estando ainda acoplada de uma componente de subvenção não reembolsável e que se traduz numa comparticipação em fundos de apoio ao reforço dos capitais próprios das unidades empresariais”, refere uma nota enviada ao “O País”.

João Figueiredo, Presidente do Conselho de Administração do Moza Banco, disse, na cerimónia de assinatura do protocolo com a FNDS, que a iniciativa é importante “na medida em que com a colaboração do MADER” será possível determinar-se um equilíbrio saudável entre o envolvimento de capitais próprios e de financiamento bancário aos beneficiários destes financiamentos”.

“Importa sublinhar o esforço do Estado, quer na captação de fundos provenientes de outros parceiros como é o caso do Banco Mundial, quer por via do Orçamento de Estado, acabaria por tornar possível que estes financiamentos fossem concedidos a uma taxa bonificada muito abaixo das taxas de mercado, em linha com as expectativas do sector” agrário nacional.

Já o Presidente do Conselho de Administração do FNDS, Cláudio Borges, afirmou que “dados em poder do MADER indicam que menos de 1% dos produtores agrícolas em Moçambique têm acesso ao crédito bancário”.

De modo a ultrapassar esta realidade, “acreditamos ser preciso criar produtos financeiros desenhados à medida dos vários intervenientes numa cadeia de valor agrícola. Um destes produtos fica disponível ao mercado através desta parceria com o MOZA, havendo espaço, num futuro breve, para outros bancos comerciais participarem”, disse a fonte, salientando que através da parceria será possível dar “uma maior integração e desenvolvimento de cadeias de valor agrárias”.

O FNDS é uma instituição do Estado, subordinada ao Ministério de Agricultura e Desenvolvimento Rural (MADER).

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos