O País – A verdade como notícia

Sul-africanos decidem hoje futuro político do país

Mais de 26 milhões de eleitores sul-africanos votam esta quarta-feira em todo o país para a eleição dos novos membros da Assembleia Nacional e das Assembleias Provinciais.

É a sexta vez em 25 anos que os sul-africanos são chamados as urnas. O processo arrancou as 07 horas em todas as 22 924 mesas de voto abertas. Muitos eleitores chegaram aos postos de voto muito cedo de modo a acompanhar o resto do processo a partir de casa e aguardar a contagem dos votos após o fecho das urnas as 21 horas.

Entretanto em alguns postos de voto, as mesas não abriram a hora marcada. Foi o caso da Escola Primária de Showground no centro da capital Pretória onde devido a problemas técnicos até 25 minutos depois da hora marcada, o processo ainda não tinha começado. A votação só veio a iniciar quando faltavam cerca de 20 minutos para as 08h.

Já em Soweto, um dos bairros históricos de Johannesburg, a votação começou a tempo e o processo decorreu de forma ordeira. Uma das eleitoras que votou nesta neste bairro foi a irmã do presidente do ANC, Ciryl Ramaphosa.

As eleições de hoje vão confirmar ou não as sondagens que, nos últimos dias, davam vantagem ao ANC com previsão de arrecadar cerca de 52 por cento dos votos, seguido da Aliança Democrática que desta vez poderá atingir cerca de 30 por cento.

Dos 26.7 milhões de eleitores, 45 por cento são homens e 55 por cento são mulheres. A votação vai decorrer até as 21 horas, altura que todas as mesas de voto vão ser encerradas e vai começar o apuramento dos resultados.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos