O País – A verdade como notícia

Suécia vai investir 115 milhões de dólares no país

A Suécia anunciou, ontem, que irá investir 115 milhões de dólares no país. O investimento será aplicado nas áreas de produção de energia, agricultura, projectos sociais e iniciativas ligadas a Direitos Humanos. Este anúncio foi proferido pela secretária de Estado da Cooperação Internacional e Desenvolvimento do Reino da Suécia, Eva Maria Modéer, que se encontra de visita ao país.

Na ocasião, Eva Eriksson referiu que, no âmbito da cooperação bilateral, a Suécia tem estado a conversar com o executivo moçambicano, com vista a ultrapassar os desafios financeiros que enfrenta. “Temos uma relação de longa data e continuaremos a trabalhar com Moçambique. Temos tido outras discussões, sobre os desafios financeiros que o país enfrenta e a importância de voltar a fazer parte dos programas de financiamento do Fundo Monetário Internacional (FMI)”, disse Modéer.

Já, Nyeleti Mondlane, vice-ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, afirmou que a visita de Modéer irá dinamizar e fortalecer a relação bilateral existente entre as partes. 

“Vamos continuar a cooperar e estamos muito gratos, porque a Suécia é um país que investe não só em projectos de desenvolvimento de infra-estruturas, mas também em áreas sociais, que são cruciais para o desenvolvimento humano do nosso país”, disse a governante moçambicana.

O encontro entre as duas governantes serviu também para reverem o histórico da cooperação em relação a parcerias públicas e privadas desenvolvidas pelos países. A electrificação de Moçambique, o desenvolvimento da agricultura, democracia e a promoção dos direitos humanos são algumas das áreas que Moçambique conta com o apoio do governo sueco. De lembrar que, em Junho de 2015, o governo sueco aprovou uma nova estratégia de cooperação para o desenvolvimento entre a Suécia e Moçambique para o período de 2015-2020.

A visita da Secretária de Estado da Cooperação Internacional e Desenvolvimento do Reino da Suécia ao país enquadra-se no âmbito da avaliação das relações diplomáticas entre os dois países e prolongar-se-á até esta sexta-feira.

Suécia reitera que não vai apoiar Orçamento do Estado 
A Suécia reiterou, ontem, que não vai prestar apoio ao Orçamento do Estado, enquanto Moçambique não tiver esclarecido o caso das “dívidas ocultas”. A secretária de Estado da Cooperação Internacional e Desenvolvimento do Reino da Suécia, Eva Maria Modéer, diz que coube a Suécia financiar a auditoria da Kroll, mas o país precisa fazer a sua parte para recuperar confiança dos parceiros. Numa conferência de imprensa depois de uma palestra sobre democracia decorrida na Universidade Eduardo Mondlane, Eva Maria Modéer disse que o governo Sueco esperava abertura por parte das autoridades moçambicanas durante as investigações sobre a contratação da dívida pública. A secretária de Estado da Cooperação Internacional e Desenvolvimento do país que financiou a auditoria das dívidas públicas disse ainda que cabe a Moçambique cumprir com as recomendações do FMI, para recuperar a confiança e consequente apoio ao Orçamento Geral do Estado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos