O País – A verdade como notícia

Subsídios polémicos do INSS ainda congelados

Foto: O País

A ministra do Trabalho e Segurança Social diz que os membros do Conselho de Administração do INSS ainda não receberam os mais de 20 milhões de Meticais que eram de subsídios de início de funções. Margarida Talapa revelou que o caso já corre trâmites na Justiça, desde que iniciou a polémica em torno dos mesmos fundos.

Em Novembro do ano passado, o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) caiu, uma vez mais, numa polémica quando os membros do Conselho de Administração aprovaram subsídios de início de funções em benefício próprio.

Um documento a que “O País” teve acesso confirma a transferência do valor que foi canalizado às contas dos beneficiários, mas, mais tarde, suspenso por conta de uma contestação de várias correntes da sociedade.

Meses depois, o assunto não só não está encerrado, como também os gestores do INSS foram forçados a abrir mão dos montantes até que haja desfecho do processo que, segundo a ministra do Trabalho e Segurança Social, está já sob alçada da justiça. “O assunto foi remetido à Procuradoria-Geral da República, então, enquanto não houver pronunciamento em relação a isso, não poderei avançar mais. Estou à espera do resultado da investigação em curso junto da PGR e, com base nisso, vamos informar aos moçambicanos como tínhamos prometido. Neste momento, os subsídios estão suspensos, ninguém está a receber”. Margarida Talapa disse ainda que a instituição que dirige está a trabalhar para devolver credibilidade e transparência ao INSS.

A dirigente falava, esta quinta-feira, na Praça dos Heróis Moçambicanos, à margem da cerimónia alusiva ao Dia da Mulher Moçambicana.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos