O País – A verdade como notícia

Stv transmite Torneio de Apuramento à Liga Africana de Basquetebol

Foto: O País

O Grupo SOICO e a Liga Moçambicana de Basquetebol (LMB) assinaram, esta quinta-feira, um acordo para a transmissão dos jogos do Torneio de Apuramento às eliminatórias da Liga Africana da modalidade (BAL), prova a realizar-se de 2 a 12 de Setembro próximo, em Maputo. O mesmo foi “chancelado” depois de o Grupo SOICO ter vencido o concurso público, lançado recentemente pela Liga Moçambicana de Basquetebol para seleccionar o canal que ficaria com os direitos de transmissão desta prestigiante competição.

Depois de ter transmitido as edições 2017, 2018 e 2019 da Liga Moçambicana de Basquetebol Mozal e a Engen Maputo Basket, dimensionando estas competições e a modalidade da bola ao cesto dentro e fora de Moçambique, o Grupo SOICO volta a apostar numa das modalidades que mais glórias tem dado a Moçambique em competições internacionais.

É neste sentido em que o maior grupo de media privado de Moçambique se juntou à Liga Moçambicana de Basquetebol para, uma vez mais, levar até aos amantes da modalidade da bola ao cesto as grandes emoções do Torneio de Apuramento à BAL.

O acordo firmado esta quinta-feira entre a directora de Informação da SOICO, Olívia Massango, e o presidente da Liga Moçambicana de Basquetebol, António Madeira, é nada mais, nada menos que o compromisso desta estação em projectar esta e outras modalidades que têm elevado bem alto a bandeira de Moçambique em eventos internacionais e projectado da melhor forma a imagem do país.

Na ocasião, a directora de Informação do Grupo SOICO, Olívia Massango, disse que a transmissão desta competição, que vai movimentar as grandes estrelas do basquetebol moçambicano, está dentro da aposta em produtos desportivos com os quais os moçambicanos se identificam, até pela sua exposição em grandes palcos.

Por sua vez, o presidente da Liga Moçambicana de Basquetebol, António Madeira, disse esperar que a SOICO continue a promover e dar visibilidade à modalidade, destacando a experiência do passado que se revelou frutífera.

Madeira disse, ainda, que a competição vai observar o protocolo sanitário definido pelas autoridades de saúde, ou seja, todos os elementos estarão confinados em “bolhas”, para evitar contacto com terceiros e serão submetidos, regularmente, aos testes de despiste da COVID-19.

Esta prova, que contará com a participação do Ferroviário de Maputo, Costa do Sol, Ferroviário da Beira e Desportivo Maputo, ganha grande dimensão e interesse pelo facto de apurar o único representante moçambicano às eliminatórias da Liga Africana de Basquetebol, em Outubro, na vizinha África do Sul.

O Ferroviário de Maputo aponta para a segunda presença na Liga Africana de Basquetebol, depois de, em Maio último, ter ocupado a quinta posição na edição de estreia havida em Kigali, no Ruanda. Os “locomotivas” ficaram nos quartos-de-final da prova, tendo arrancado duas vitórias e igual número de derrotas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos