O País – A verdade como notícia

Standard Bank destaca-se pela inovação

O Standard Bank apresentou, na quarta edição da Moztech, o “business online”, uma nova plataforma que permite transacções bancárias entre empresas e clientes dentro de um serviço na internet.

O “business online” diferencia-se dos outros serviços bancários na internet por estar presente em mais de 17 países, 24 horas por dia, e permitir a inserção de várias empresas na plataforma e transacções em diferentes moedas. Nesta plataforma bancária, o cliente pode fazer as transacções bancárias no conforto da sua casa, escritório, onde quer que esteja, desde que esteja ligado a um ponto de internet.

O Standard Bank oferece ao cliente um serviço confidencial, rápido, que permite visualizar todas as operações antes do serviço ser efectuado. Este serviço traz uma mais-valia às multinacionais, pois o gerente pode ter acesso aos extractos e operações bancárias das outras sucursais da empresa, em outros países. Este serviço permite, ainda, fazer pagamentos urgentes em diversas entidades, na Janela única Electrónica (JUE) e transferências para o M-pesa.

Linda Taímo, representante do Standard Bank, diz que, nesta plataforma, o cliente escolhe a sua ‘palavra passe’ sem ter que ligar para o banco, o que lhe confere maior privacidade e segurança, um dos objectivos do Standard Bank.

Para o banco, o mais importante é oferecer aos clientes um serviço que acompanha as novas transformações tecnológicas e procurar sempre inovar, para garantir que os usuários do banco tenham sempre disponíveis serviços de primeira qualidade.

Esta plataforma é vista pelo Standard Bank como um método confiável, cómodo e moderno de fazer negócios, digna do novo mundo tecnológico.

Realidade virtual no mundo dos negócios

Em outro Moztech Tech Talk, o Standard Bank falou dos desafios da realidade virtual, uma tecnologia de interacção entre o homem e dispositivos como computadores ou ‘smartphones’ para recriar ao máximo a sensação de realidade. A tecnologia virtual permite uma imersão total no mundo virtual, onde se perde o contacto com o mundo físico.

“Nós temos, actualmente, ‘smartphones’ disponíveis que nos podem ajudar a vivenciar esta tecnologia. Mas, hoje, os usuários gostariam de poder ter dispositivos que os ajudassem a usufruir desta realidade de forma mais natural. As lentes de contacto são apontadas como a solução futura para este dilema”, explicou o representante daquela instituição financeira.

Esta tecnologia é uma das principais apostas do banco nos seus canais digitais. Até 2020, a realidade virtual vai movimentar cerca de 180 biliões de dólares no mundo, em termos de investimento.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos