O País – A verdade como notícia

Sorteio do Mundial realiza-se hoje

A cerimónia terá lugar às 17h00 de Maputo e contará com a participação de antigas estrelas como Laurent Blanc, Gordon Banks, Cafu, Fabio Cannavaro, Diego Forlán, Diego Maradona e Carles Puyol.

O melhor marcador da história dos mundiais, o alemão Miroslav Klose, que integra actualmente a equipa técnica da selecção de futebol germânica, vai subir ao palco do sorteio com o troféu. Após o sorteio, o troféu retoma o “tour” mundial e chega ao Estádio Luzhniki, em Moscovo, a 7 de Junho de 2018, uma semana antes do início do Mundial

O sorteio do Campeonato do Mundo de futebol terá lugar hoje, às 17h00 de Maputo, no Palácio do Kremlin, em Moscovo, Rússia, país que vai acolher a prova.

A cerimónia será apresentada pelo antigo internacional inglês Gary Lineker e pela jornalista russa Maria Komandnaya.

A taça que premeia o vencedor do Mundial de futebol chegou na quarta-feira ao Palácio de Kremlin, em Moscovo.

A taça fez uma pausa na sua “tour” mundial para ser exibida no centro de imprensa do Kremlin, residência do presidente russo, Vladmir Putin.
O melhor marcador da história dos Mundiais, o alemão Miroslav Klose, que integra actualmente a equipa técnica da selecção de futebol germânica, vai subir ao palco do sorteio com o troféu.

O avançado, que marcou 16 golos em Mundiais – cinco em 2002, cinco em 2006, quatro em 2010 e dois em 2014 -, fez parte da selecção alemã que venceu a última edição, no Brasil, onde superou o recorde do brasileiro Ronaldo (15 tentos em Mundiais).

Após o sorteio, o troféu retoma a “tour” mundial e chega ao Estádio Luzhniki, em Moscovo, a 7 de Junho de 2018, uma semana antes do início do Mundial, que se realiza de 14 de Junho a 15 de Julho.

Portugal estará no lote de cabeças de série, evitando na primeira fase Alemanha, Brasil, Argentina, Bélgica, Polónia, França e a anfitriã Rússia.

Apesar do domínio recente na história do futebol (campeã mundial em 2010 e campeã europeia em 2008 e 2012), a Espanha caiu para o pote 2, devido ao “ranking” da FIFA, e aparece como a equipa que todos cabeças de série, incluindo Portugal, não querem “apanhar” na primeira fase da competição.

No pote um, teremos a Rússia, Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polónia e França. Já no pote dois, encontram-se a Espanha, Peru, Suíça, Inglaterra, Colômbia, Uruguai e Croácia.

No pote três, está a Dinamarca, Islândia, Costa Rica, Suécia, Tunísia, Egipto, Senegal e Irão. No pote quatro, por fim, temos a Sérvia, Nigéria, Austrália, Japão, Marrocos, Panamá, Coreia do Sul e Arábia Saudita.
O evento vai contar ainda com as participações de antigas estrelas como Laurent Blanc, Gordon Banks, Cafu, Fabio Cannavaro, Diego Forlán, Diego Maradona e Carles Puyol.

Lev Yashin, a figura do evento
O póster oficial do Mundial-2018 foi revelado há dias e, tal como era expectável, uma vez que a competição se realiza na Rússia, faz alusão a uma grande figura do futebol do país.

O escolhido foi Lev Yashin, conhecido como a Aranha Negra (porque jogava sempre de preto), guarda-redes que se sagrou campeão europeu pela então União Soviética em 1960, tendo ainda participado em três Mundiais, entre os anos 1958 e 1966.

Tolerância zero ao racismo

Gianni Infantino, presidente da FIFA, garantiu que o organismo que gere o futebol mundial será «extremamente firme» na luta contra o racismo e discriminação durante o Mundial 2018, na Rússia.«Vamos garantir que não ocorram incidentes. E, se ocorrerem acções discriminatórias ou racistas, será usado um procedimento de três etapas que permite que o árbitro interrompa ou termine um jogo pela primeira vez», disse Infantino.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos