O País – A verdade como notícia

Songo na consagração do campeão

As peripécias do Moçambola Zap 2017, os lances, golos, dribles, as claques, em suma, todas as emoções vão ficar na memória e na retina dos amantes do desporto rei, quando este fim-de-semana as equipas desceram ao relvado para disputarem a última jornada do campeonato.

Claramente que as atenções estarão viradas para a vila montanhosa de Songo, onde a equipa local, que se sagrou campeã, faltando duas jornadas para término da prova, receber o Ferroviário de Nacala, actual terceiro classificado com 49 pontos.

Espera-se que venha a ser um jogo emocionante, considerando que independentemente do resultado, o treinados de Chiquinho Conde serão consagrados como legítimos campeões nacionais.

De certeza que o Ferroviário de Nacala não quererá ser o bombo da festa, sendo por isso que vai criar dificuldades para a União Desportiva de Songo e sair do terreno alheio com três pontos, com vista a fechar a época com a chave de ouro.

Lembre-se que os “hidroeléctricos” podem fazer a “dobradinha” este ano, caso ganhem o jogo da final da Taça de Moçambique, segunda maior prova futebolística, diante do Costa do Sol, no próximo dia 28 de Outubro.

“Canário” bate-se com “trabalhadores”

O relvado sintético do Costa do Sol será palco do jogo entre os “canarinhos” e o 1.o de Maio de Quelimane.

É um confronto que colocará frente-a-frente o segundo classificado (Costa do Sol) e o décimo terceiro lugar da tabela classificativa.

O confronto entre estas duas formações vai merecer uma transmissão em directo no canal Stv Notícias, quando os ponteiros do relógio indicarem 15h00 de sábado.

Nelson Santos tem como horizonte a vitória para ir à final da Taça de Moçambique com a moral em cima.

A colectividade do Maxaquene, que na semana passada foi ao terreno da Liga Desportiva de Maputo perder por 2-0, vai fazer sala ao Ferroviário de Nampula, equipa que na jornada passada derrotou a Universidade Pedagógica por 1-0.

Ambas as equipas tiveram um campeonato para esquecer e estiveram na eminência de descer de divisão, razão pela qual o objectivo passará por pontuar, para fechar a época com um sorriso.

Liga em Vilankulo

A turma da Liga Desportiva desloca-se a Vilankulo, onde vai medir forças com ENH local, uma equipa treinada por João Chissano e que começou o campeonato de uma forma turbulenta, mas ao longo da época conseguiu equilibrar os pratos na balança, daí que conseguiu garantir a manutenção para Moçambola do próximo ano. Actualmente tem 37 pontos, em nono lugar. Na jornada anterior, os “hidrocarbonetos” empataram sem abertura de contagem diante do 1.o de Maio de Quelimane.

A jornada 30 ainda irá comportar os seguintes jogos: Universidade Pedagógica, já despromovida, recebe o Ferroviário de Maputo, que na ronda número 29 empatou a uma bola com o Desportivo de Nacala, que, por sua vez, vai a Tete bater-se com o Chingale local, equipa desqualificada do Moçambola Zap 2018. A Associação Desportiva de Macuácua defronta o Ferroviário da Beira e, por fim, o Textáfrica tem como adversário o Clube do Chibuto.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos