O País – A verdade como notícia

Sofala inicia cadastro de famílias vulneráveis no âmbito da mitigação da COVID-19

Foto: O Pais

Cerca de 186 mil famílias vulneráveis, sendo 149 mil residentes na cidade da Beira e outras 36 do distrito de Dondo, província de Sofala, vão beneficiar-se de um subsídio mensal de 1500 meticais, por um período de seis meses, numa iniciativa do Governo, no âmbito da mitigação dos impactos da COVID-19.

Para tal, inicia hoje o cadastramento das referidas famílias, que foram identificadas nos últimos meses pelo Instituto Nacional de Accão Social, em coordenação com as estruturas dos bairros abrangidos.

“Os inquiridores foram capacitados sobre os critérios e propósitos do alistamento, para evitarmos constrangimentos como, por exemplo, por que um grupo foi beneficiado e outro não”, explicou a secretária do Estado na província de Sofala.

Os apoios sociais em referência serão efectivados em Novembro deste ano e Stela Zeca referiu que o cadastramento vai garantir um pagamento devidamente controlado neste processo.

“A estratégia que foi desenhada é fazer o registo em cada casa e família, porque já existe a pré-inscrição ou alistamento. Nalguns locais onde estão previstas dificuldades de aceder aos beneficiários por razões logísticas ou outras, serão feitos pequenos grupos organizados para garantir o registo dos mesmos.”

Stela Zeca pediu à população para apoiar no controlo. “Vigilância porque existem pessoas de má-fé que querem aproveitar-se deste processo para burlar os beneficiários, fazendo cobranças aos mesmos, tal como já aconteceu e os casos foram entregues às autoridades, porque burla é crime”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos