O País – A verdade como notícia

SINTIAB lança campanha de sindicalização nas empresas

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Indústria Alimentar, Bebidas e Afins (SINTIAB) lançou, esta semana, uma campanha de sindicalização, que deverá terminar a 15 de Novembro próximo, para a admissão de novos associados e criação de estruturas sindicais de base a nível das empresas do sector, segundo AIM.
A campanha, que decorre sob o lema “Unidos Somos mais Fortes”, vai decorrer nas províncias de Maputo, Gaza, Inhambane, Sofala, Manica, Tete e Nampula, em empresas sem estrutura sindical e naquelas que apresentam baixo índice de filiação.
Vamos desenvolver uma campanha com vista a massificação do sindicato, de forma a trazer para o seu seio mais trabalhadores do sector alimentar e afins, para que exerçam e defendam os seus direitos e interesses sócio profissionais, disse Samuel Matsinhe, secretário-geral do SINTIAB.
Matsinhe referiu que o país conta actualmente com 23 mil trabalhadores no ramo alimentar e bebidas, dos quais 13 mil estão filiados e mais de 450 empresas das quais 257 são membros.
Nas 450 empresas existem ainda cerca de 171 empresas sem estruturas sindicais, e, dos 23 mil, mais de nove mil não estão filiados. Portanto, são estes que pretendemos trazer através da mobilização dentro das fileiras do sindicato, explicou.
Segundo Matsinhe, a filiação de mais trabalhadores no sindicato visa também aumentar a sua capacidade representativa e institucional, tornando-o assim mais forte e interventivo.
Lamentavelmente, ainda existem alguns empregadores que, desafiando a lei e instituições legais do país, ousam impedir de diversas maneiras o exercício do direito de defesa e promoção dos direitos e interesses socioprofissionais por parte dos trabalhadores, chegando ao ponto de perseguir e despedir trabalhadores que promovem o seu exercício, disse.
Explicou ainda que estes actos visam perpetuar situações de injustiças laborais relacionadas com o pagamento de salários baixos, condições precárias de trabalho, violação das normas de saúde e segurança no trabalho, despedimentos arbitrários, incumprimento da jornada laboral, entre outras anomalias. 
Queremos tentar usar todos os meios possíveis para levar os trabalhadores a conhecerem os seus direitos no trabalho, como por exemplo a relação colectiva de trabalho, o direito a negociação, o exercício do direito a greve e outros direitos plasmados na legislação moçambicana, concluiu.
O SINTIAB foi criado a 3 de Outubro de 1986
O Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Indústria e Comércio de Alimentação, Bebidas e Afins é a associação sindical constituída pelos trabalhadores nele filiados que exerçam a sua actividade nos sectores de cervejas, águas e refrigerantes em todo o território nacional. As suas principais actividades são: apoio jurídico e reclamar a aplicação das leis do trabalho e das convenções colectivas de trabalho e negociação da contratação colectiva dos diversos sectores de actividade que representa. 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos