O País – A verdade como notícia

SENSAP em Inhambane pronto para combate a incêndios e outros socorros

O Serviço Nacional de Salvação Pública (SENSAP), Delegação de Inhambane diz que está pronto para combater incêndios, afogamentos e outros tipos de acidentes. Com vista a disseminar, a informação ao público, o SENSAP fez uma simulação no mercado central de Inhambane, sobre as suas intervenções em caso de ocorrência dos casos referidos.

A Semana Nacional de Combate ao Incêndio e outros Socorros, na província de Inhambane teve seu início no mercado Central e através de uma simulação, com a explosão de um objecto pirotécnico, causou uma intensa fumaça, que suscitou curiosidade para centenas de pessoas. Foi desta forma que, o Corpo de Salvação Pública, Delegação de Inhambane encontrou para difundir informações ao público, sobre que procedimentos tomar, quando ocorre um incêndio.

“Esta é, de entre muitas outras actividades que temos vindo a levar a cabo, em vários locais, quer nas escolas, quer nos hospitais, nos bairros, mercados, entre outros locais, para que saibam como, e o que fazer perante uma realidade desta natureza. Muita das vezes as pessoas tentam debelar as chamas e mais tarde é que se lembram de telefonar ao corpo de salvação Pública, quando a situação já estiver num nível de difícil controlo” afirmou Edida Zandamela, Porta-voz do SENSAP/Inhambane quando se dirigia aos presentes.

A população que presenciou a actividade de simulação, não deixou escapar suas inquietações e opiniões.

“Para nós é muito bom que se façam palestras desta natureza e que se façam mais vezes” sugeriu uma das presentes.

O outro disse lamentar o facto de os bombeiros chegarem tarde aos locais de acidentes, o que na sua opinião deixa a população na incerteza.

“Não sei se, são questões organizacionais ou falta de meios, porque, sempre chegam tarde, quando chamamos” disse e deu exemplo da recente tragédia em que, um jovem morreu carbonizado em sua residência e o Corpo de salvação Pública, segundo ele, chegou hora e meia depois.

Em resposta, a Porta-voz do SENSAP, na província de Inhambane disse:

“Não é bem chegar tarde. A verdade é que, quando somos comunicados tarde, tarde chegamos ao local e para evitar isso, melhor não demorar em ligar para os números já disponíveis, para que possamos nos fazer prontamente, antes que o pior aconteça” disse e recordou as linhas verdes, pelas quais a população deve se comunicar com os agentes de salvação Pública.

Já que a palestra está inserida na Semana Nacional de prevenção ao incêndio e outros socorros que termina a 21 do corrente mês, o SENSAP colocou-se a exposição para explicar aos presentes, sobre como proceder em caso de ocorrer um dos acidentes mencionados.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos