O País – A verdade como notícia

SENAMI terá mais postos de captação de Passaporte na cidade de Maputo

Serviço Nacional de Migração pretende criar mais postos para tratamento de documentos de viagem na cidade de Maputo para reduzir enchentes. A Medida que tem em vista a redução das enchentes que se registam nesta instituição, foi avançada esta terça-feira durante a visita da Justiça à instituição.

 

Depois de ter escalado o Instituto Nacional de Previdência Social, no âmbito das visitas às instituições da administração pública, o provedor de Justiça, Isac Chande, escalou o Serviço Nacional de Migração para se inteira do funcionamento do sistema de produção dos passaportes bem como as razões que ditam as enchentes e a morosidade.

No local, Isac Chande ficou a saber que o problema das enchentes tem dias contados. De acordo com a Directora-geral do SENAMI, Arsénia Massingue, a instituição iniciou negociações com o governo da cidade de Maputo com vista cedência de espaços para instalação dos postos de captação.

“Já temos condições e matérias necessárias falta-nos somente espaços. Pretendemos colocar seis a sete postos de captação. Já havíamos feitos contactos com a governadora cessante, com vista a localização de espaços e vamos continuar com a secretária do Estado,” avançou a Directora-geral do SENAMI,

O sector Publico foi i primeiro sector visitado pelo provedor da Justiça. Neste local Isac Chande procurou saber do número de pedidos de passaportes solicitados por dia bem como o tempo de espera para se obter o documento.

“Diariamente recebemos cerca de 300 à 350 pedidos e entrega do passaporte depende da taxa paga pelo requerente. Temos a taxa Expresso que levam 24 horas, a urgente que leva sete dias e a normal que são 15 dias” explicou Denise Zaqueu chefe do sector Publico na Migração

“Se o que está dizer-me é verdade houve muitos avanços e ficou satisfeito, porque temos recebido muitas reclamações do tempo de espera dos passaportes” Disse Isac Chande.

Outra notícia que animou o provedor da Justiça, é a introdução dos serviços de SMS, onde os utentes são informados via esta plataforma da disponibilidade do documento, “Isto vai evitar que as pessoas venham encher a instituição desnecessariamente “afirmou o Provedor.

O sistema de pagamento automático é outra inovação que na opinião de Isac Chande vai ajudar a controlar os casos de corrupção.

O Provedor da Justiça visitou ainda o departamento dos serviços estrangeiros e a fábrica de produção dos passaportes. As visitas do âmbito da sua função de garantia dos direitos dos cidadãos, defesa da legalidade e da justiça.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos