O País – A verdade como notícia

SENAMI desmente PRM e diz que os Malawianos retidos na Maxixe são legais 

24 horas depois do Porta-voz da PRM em Inhambane Juma Dauto, ter declarado à imprensa que os 21 malawianos retidos na cidade da Maxixe estavam no país ilegalmente, o Serviço de Migração naquele ponto do país veio a público desmentir a polícia.

Rosângela Vilanculo garantiu à imprensa que os malawianos estão todos legais pois possuem documentos que lhes autoriza a permanecer no país. Entretanto, os mesmos foram retidos pois não preenchem todos requisitos para permanecer no país, como por exemplo um meio de subsistência.

A Porta-Voz do SENAMI diz que as autoridades trabalham ainda para averiguar por que razão os malawianos seguiam com destino à Maputo, e não descarta a hipótese de se tratar de um caso de contrabando de pessoas ou tráfico de pessoas.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos