O País – A verdade como notícia

Senado no Haiti nomeia Presidente interino

O Senado haitiano nomeou Joseph Lambert, actual chefe da Câmara Alta, como Presidente interino do Haiti e negou a autoridade do primeiro-ministro interino, Claude Joseph, que se encontra no poder desde o assassínio de Jovenel Moise.

A resolução, assinada por oito dos 10 senadores que ainda estão activos, aponta que Claude Joseph foi afastado do cargo na segunda-feira, no último decreto assinado por Moise antes do seu assassinato na quarta-feira, confirmou à agência espanhola Efe o agora Presidente interino haitiano, Joseph Lambert.

A resolução afirma que Lambert assumirá o cargo de Chefe de Estado até 07 de Fevereiro de 2022, data em que terminaria o mandato de Jovenel Moise, escreve o Notícias ao Minuto.

A sua primeira tarefa será criar um Governo com a missão de organizar eleições.

A resolução afirma que Claude Joseph não pode exercer as funções de primeiro-ministro desde segunda-feira passada, quando o Presidente Moise nomeou Ariel Henry para o cargo por decreto, mas este último não foi empossado antes da morte do Presidente.

Após o assassinato, Claude Joseph foi colocado no comando do Governo, apoiado pela polícia e pelo exército, e recebeu o apoio explícito da ONU, dos Estados Unidos e de outros países para exercer estas funções.

O Senado é o único órgão do país com funcionários eleitos, mas desde Janeiro de 2020 esta câmara legislativa não tem poderes para tomar decisões devido à falta de quórum.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos