O País – A verdade como notícia

Seis filmes nomeados ao Prémio Novos Autores

Perspectivas do meu guetto, de Cecília Mahumane; Silêncio, de Gigliola Zacara; O preto, de Ivo Mabjaia; As minhas rosas, de Ruben Morgado; O táxi, de Isidro Mangue; e Deus nos acudi, de Pak Ndjamena, são os seis filmes nomeados ao Prémio Novos Autores Moçambique, realizado pelo KUGOMA. O grande vencedor deverá ser anunciado próximo mês.

Em Agosto, o KUGOMA – Fórum de Cinema de Moçambique deverá anunciar o grande vencedor da terceira edição do Prémio Novos Autores Moçambique. Enquanto isso não acontece, já são conhecidos as curtas-metragens nomeadas, designadamente: Perspectivas do meu guetto, de Cecília Mahumane; Silêncio, de Gigliola Zacara; O preto, de Ivo Mabjaia; As minhas rosas, de Ruben Morgado; O táxi, de Isidro Mangue; e Deus nos acudi, de Pak Ndjamena. Portanto, são seis os filmes que serão avaliados por um júri composto por três cineastas moçambicanos: João Ribeiro, Inadelso Cossa e Lara Sousa.

Numa curta referência à qualidade das películas, o Produtor-Executivo do KUGOMA garantiu que nesta edição os membros do júri terão uma tarefa difícil, pois os seis filmes seleccionados traduzem um conjunto de linguagens completamente distintas. “O júri já se encontra a trabalhar na avaliação do melhor filme ou do melhor realizador. Temos filmes que, ao nível do conteúdo, são bons para discutirmos, e, em termos de questões técnicas, têm um desenvolvimento bem maior”. De acordo com António Maxlhaieie, são essas as principais questões que interessaram à produção e à curadoria do KUGOMA.

A equipa de produção da terceira edição do Prémio Novos Autores Moçambique, igualmente, entende que estão assegurados os requisitos para estimular produções cinematográficas realizadas por cineastas em ascensão. “Agora”, afirmou, António Maxlhaieie, “a outra grande aposta é que os filmes sejam vistos, de modo que os realizadores tenham um feedback importante para que possam melhorar as suas produções aos poucos. Seja como for, está garantida a qualidade das histórias também”.

O tema das curta-metragens submetidas ao Prémio Novos Autores Moçambique foi de escolha livre.

O grande vencedor do concurso realizado pelo KUGOMA – Fórum de Cinema de Moçambique, com a pretensão de estimular a arte cinematográfica no país, será anunciado próximo mês. Quanto à cerimónia, a abertura está prevista para decorrer presencialmente a 26 de Agosto, no Centro Cultural Franco-Moçambicano, na cidade de Maputo, com a estreia nacional da longa-metragem Viva Riva!, do cineasta congolês Djo Munga, com a participação do actor Tomás Bié.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos