O País – A verdade como notícia

Secundária de Laulane recusa matricular alunos que não apresentam talão do Conselho de Escola

Escola secundária de Laulane recusa-se a matricular alunos que não apresentam talão de depósito referente ao valor do Conselho de Escola. Entretanto, a ministra da Educação e Desenvolvimento Humano, Conceita Sortane, diz que essa prática é uma irregularidade, pois o valor do Conselho de Escola não é de caracter obrigatório.

A denúncia foi apresentada esta segunda-feira, em Maputo, por um Encarregado de Educação da escola acima mencionada, à nossa equipa de reportagem. “Na escola Secundária de Laulane, os alunos são obrigados a apresentarem dois talões de depósitos no acto da matrícula caso contrário a secretária não aceita a sua inscrição”.

Chamada a reagir sobre o caso, a directora daquela instituição do ensino disse que tais práticas não acontecem na sua instituição, pelo que não é obrigatório que os alunos apresentem dois talões de depósito no acto da matrícula.

Para apurar a veracidade dos factos, a nossa equipa fez-se passar por encarregado de educação e, levando câmara oculta, a secretaria recusou-se a receber o talão de depósito de matrícula porque o nosso repórter não trazia o comprovativo de pagamento ao Conselho de Escolas.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos