O País – A verdade como notícia

Secretário de Estado em Maputo defende união dos moçambicanos no combate ao terrorismo

Foto: O País

Os moçambicanos devem unir-se e valorizar os ideais de todos aqueles que lutaram pela libertação do país. Quem o disse foi o secretário de Estado na Cidade de Maputo, Vicente Joaquim, durante a cerimónia de deposição de uma coroa de flores na Praça dos Heróis Moçambicanos.

Celebrou-se hoje o Dia dos Heróis Moçambicanos, data que visa homenagear aqueles que ajudaram a erguer a Nação. A data assinala o aniversário da morte de Eduardo Mondlane, arquitecto da unidade nacional, que morreu em Dar-es-Salaam, na Tanzânia.

A efeméride é assinalada no meio de vários desafios, dos quais o terrorismo, cujo fim requer, segundo o secretário de Estado na Cidade de Maputo, a união de todos os moçambicanos.

“Como moçambicanos, continuemos a lutar para valorizar os feitos desses heróis e só assim conseguiremos alcançar o desenvolvimento que o país almeja”, defendeu Vicente Joaquim.

Com as intempéries e a COVID-19 a assolarem o país, o timoneiro da Cidade de Maputo lança apelos para que se acatem as recomendações das autoridades e, sobretudo, que haja cumprimento rigoroso das medidas de prevenção.

“Que sigamos com rigor as medidas de prevenção das doenças de origem hídrica, mas também que nos previnamos da COVID-19”, apelou Vicente.

Na cerimónia de celebração do Dia dos Heróis Moçambicanos, foram condecorados 49 veteranos da luta de libertação nacional.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos