O País – A verdade como notícia

Sé Catedral de Maputo terá obras concluídas até próximo sábado

A Catedral da Imaculada Conceição, mas conhecida por sé catedral na Cidade de Maputo, terá as obras de restauração concluídas até próximo sábado o padre Giorgio Ferreti, parco da Sé Catedral de Maputo. E os cidadãos da capital do país aguardam com expectativa a chegada do sumo pontífice que deve trazer mensagens de paz, reconciliação e esperança.

Por fora a imagem da Sé catedral tem novo visual, por dentro também, apesar de estarem ainda a decorrer pequenas obras de restauro. No topo da torre pinta-se a cruz. Crentes e fieis fazem as suas habituais orações. O responsável da sé catedral onde o Papa Francisco estará com bispos, sacerdotes, religiosos, consagrados e seminaristas, catequistas e animadores, diz estar animado com o ritmo das obras.

“Restauramos tudo. Para dentro podemos falar da restauração das obras de arte da  igreja. Neste momento estão a restaurar o crucifixo atras do altar, sábado acabamos tudo dentro e fora. Segunda e terça-feira faremos a limpeza geral. Quinta-feira podemos receber o santo padre” Três meses dedicados a restauração de toda a igreja sem a ocorrência de nenhum incidente.

Num dos pontos altos da igreja está a vidragem nova em substituição da original que partiu-se devido a um ciclone ocorrido na então Lourenço Marques em 1966 e substituída por outra que veio da África do Sul que também partiu-se em 2008. E a igreja adquiriu em Roma, Itália uma nova vidragem que foi montada por serralheiros moçambicanos.

E a volta da cidade de Maputo, a capital do país começa a ficar colorida com a colocação de bandeirolas em alguns pontos. Em determinadas avenidas estão visíveis dísticos contendo mensagens a propósito da visita do papa Francisco. Os cidadãos não estão alheios a vinda do sumo pontífice. É o caso da Olga Luís, que espera que o santo padre abençoe Moçambique. 

“Acho que é uma boa visita do Papa uma vez que se calhar vai nos abençoar cada vez mais, vai dar um contributo para terminar para sempre os problemas que enfrentamos, a palavra que ele vai deixa será útil”.

Outros dois cidadãos, Ercília Santos e Joaquim Nhangale, respectivamente, que foram entrevistados pelo jornal “O País” disseram ainda que mensagens de paz e reconciliação entre moçambicanos são palavras esperadas e aguardam com expectativa a chegada do Papa Francisco. 
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos