O País – A verdade como notícia

São Tomé e Príncipe volta hoje ao Estado de Calamidade Pública

Após o registo de uma morte e 16 novas infecções pela COVID-19 nos últimos oito dias, São Tomé e Príncipe volta, nesta segunda-feira, ao Estado de Calamidade Pública no contexto das medidas de prevenção da pandemia que assola o mundo inteiro.

“Pelo facto de, em São Tomé e Príncipe, sentirmos que os indicadores do quadro epidemiológico vêm evoluindo, no quadro do Conselho de Ministros tomámos algumas medidas”, disse aos jornalistas o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, no final de mais uma reunião alargada do Comité de Crise.

Citado pela DW, Jorge Bom Jesus refere que a decisão permite ao governo “adoptar medidas preventivas”, sobretudo porque aproxima-se a quadra festiva, e por isso, “nós queremos que a situação esteja controlada e possamos passar as festas num quadro de estabilidade ao nível da saúde”.

As medidas a serem seguidas durante o estado de calamidade pública que hoje reinicia serão anunciadas hoje, disse o executivo, recordando que na sua maioria “são recorrentes e bastante familiares”, incluindo o distanciamento social, a lavagem frequente das mãos e o uso das máscaras.

Para Jorge Bom Jesus, existe um “compromisso com a saúde da população, com a vida de cada são-tomense”, pelo que não irá “regatear esforços para que tudo isso aconteça”, pedindo a “compreensão ao povo” e “colaboração máxima”

De acordo com as últimas actualizações, São Tomé e Príncipe conta actualmente com 960 casos de infecção, 910 recuperados e 16 mortos por COVID-19.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos