O País – A verdade como notícia

Sala da paz diz que processo decorre de forma pacífica

A Sala da Paz está reunida para fazer a avaliação do processo de votação das quintas eleições Autárquicas a nível nacional. “Vamos acompanhar o processo de votação ao nível nacional e daremos o informe de uma pequena avaliação do processo de abertura”.

Vários observadores, comunicação social e  outras plataformas estão em todo território nacional para trazer informações sobre o processo para a Sala da Paz.

Os observadores da Sala da Paz dizem que, no geral, verifica-se grande afluência às urnas desde as primeiras horas, sobretudo de jovens.

“As mesas de voto abriram às 7h, de acordo com o previsto na legislação, excepto em alguns pontos do país”, disse Artimiza Franco, representante da Sala da Paz.

Em alguns postos, à demora na abertura das mesas de voto deveu-se à chegada tardia das urnas, atraso na montagem das cabines de votação, atraso dos MMV, entre outros motivos.

Já na Zambézia, a demora deveu-se ao facto do presidente e vice-presidente das mesas de voto recusarem-se a assumir as suas posições.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos