O País – A verdade como notícia

SADC realiza cimeira para debater missão militar em Cabo Delgado

Foto: Notícias ao Minuto

A Troika da SADC para Defesa e Segurança reúne-se na sexta-feira para discutir o mandato da Força em Estado de Alerta que combate o terrorismo em Cabo Delgado. Moçambique irá participar da reunião extraordinária como convidado.

Recuperação de várias zonas de influência terrorista, eliminação de bases, captura de homens e armamento, baixas nas tropas que defendem Moçambique, dificuldades logísticas para seguir com os êxitos, alastramento do terrorismo para Niassa e permanência das forças regionais no país.

Enfim…todos os avanços e recuos e perspectivas da SAMIM, a Força em Estado de Alerta que combate o terrorismo em Cabo Delgado, estarão sobre a mesa na reunião extraordinária da Troika da SADC para Defesa e Segurança, esta sexta-feira.

Moçambique participa da reunião como convidado e o Presidente da República, Filipe Nyusi, elevou bem alto a expectativa, em Dezembro do ano passado, dizendo que o encontro seria decidivo.

Uma nota publicada no site do organismo regional avança que “a cimeira irá, entre outros assuntos, discutir o apoio para a operacionalização dos objectivos da Missão Militar da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral em Moçambique para restaurar a paz e estabilidade em Cabo Delgado”.

A cimeira será presidida pelo chefe de Estado do Malawi, Lazarus Chakwera, que é actualmente o presidente em exercício da SADC.

Desde Outubro de 2017, o conflito já provocou mais de 3 100 mortes e cerca de 900 mil deslocados.

A reunião da Troika da SADC para Defesa e Segurança, no dia 7 de Janeiro, será antecedida por dois encontros, no dia 6: a reunião Extraordinária do Comité de Finanças e encontro do Conselho de Ministros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos