O País – A verdade como notícia

Rússia recusa participar na sessão do Conselho de Direitos Humanos

Foto: Notícias ao Minuto

A Rússia não vai participar na sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU sobre a deterioração da situação dos direitos humanos na Ucrânia, anunciou hoje a porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova.

“A delegação russa não vai legitimar, com a sua presença, este novo espetáculo político organizado sob a forma de uma sessão extraordinária”, disse Zakharova, em comunicado citado pelo Notícias ao Minuto.

“Infelizmente, os nossos argumentos e esclarecimentos sobre os objectivos reais desta operação militar especial na Ucrânia e a situação real no terreno são completamente ignorados, lamentou.

O Conselho de Direitos Humanos da ONU vai organizar a sessão extraordinária na quinta-feira, a pedido de Kiev e apoiada por outros 15 Estados-membros do Conselho, incluindo a França, a Gâmbia, o Japão, o México, os Estados Unidos e a Polónia, e por mais de 35 países observadores, incluindo a Bulgária, a Hungria, a Suíça e a Turquia.

De acordo com a fonte, esta é a primeira reunião dedicada a este assunto desde que a Assembleia Geral da ONU suspendeu a Rússia, no início de Abril, do órgão máximo da organização internacional para os direitos humanos.

No entanto, tendo Moscovo antecipado a sua suspensão renunciando ao seu estatuto de membro do Conselho dos Direitos Humanos, a Rússia tinha direito a participar como país observador nos trabalhos do Conselho marcados para quinta-feira.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos