O País – A verdade como notícia

Rússia falha lugar no Conselho Económico e Social das Nações Unidas

A Rússia não conseguiu a eleição, na sexta-feira, para um assento no Conselho Económico e Social um dos principais órgãos da Organização das Nações Unidas, após seis rondas fracassadas numa votação secreta.

Desde a invasão à Ucrânia, a Rússia tem estado a perder representação em alguns órgãos da Organização das Nações Unidas. Em Abril passado, o país alvo de várias sanções foi suspenso do Conselho de Direitos Humanos.

Na sexta-feira, a Rússia somou mais uma contrariedade ao não conseguir votos suficientes para permanecer no Conselho Económico e Social, um dos principais órgãos da ONU, e o país conseguia fazer eleger sem concorrência. O fracasso seguiu-se a seis rondas de uma votação secreta, mas sempre com votos insuficientes.

Vários diplomatas atribuíram o insucesso sem precedentes de Moscovo à invasão da Ucrânia, que faz com que esteja a perder apoio dentro da organização, desde Fevereiro deste ano.

Uma sétima votação será realizada na próxima semana. O Conselho Económico e Social da ONU tem 54 membros.

Enquanto isso, a Rússia formalizou, sexta-feira, a sua saída da Organização Mundial do Turismo, da qual foi suspensa em Abril passado, por conta da invasão à Ucrânia.

Deste modo, Moscovo não pode exercer os seus direitos e beneficiar-se dos privilégios de membro, nem participar nas reuniões da instituição.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos