O País – A verdade como notícia

Rússia expulsa 27 diplomatas espanhóis

Foto: Notícias ao Minuto

A Rússia deu sete dias para 27 funcionários da Embaixada de Espanha deixarem Moscovo. Ainda hoje, o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo tomou uma decisão semelhante em relação a funcionários diplomáticos de França e Itália.

De acordo com o Notícias ao Minuto, os funcionários espanhóis foram declarados ‘persona non grata’ e têm sete dias para abandonar o país, a partir do momento em que o embaixador espanhol, Marcos Gómez, for notificado.

A decisão surge depois de o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, ter convocado, na manhã de hoje, o embaixador espanhol em Moscovo e foi tomada como forma de retaliação por o governo espanhol ter decidido expulsar, no mês passado, 25 diplomatas e pessoal da embaixada da Rússia em Espanha, considerando que “representam uma ameaça à segurança” do país e como sinal de rejeição das acções das tropas russas na Ucrânia.

Também hoje, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia decidiu declarar 34 diplomatas franceses e 24 italianos ‘persona non grata’, num golpe de retaliação face à expulsão de diplomatas russos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos