O País – A verdade como notícia

Rússia anuncia abertura de corredores humanitários em quatro cidades ucranianas

A Rússia voltou a comprometer-se com o cessar-fogo para retirada de cidadãos em corredores humanitários. O anúncio surge depois de a Ucrânia ter acusado as Forças russas de não cumprirem dois cessar-fogos.

Moscovo vai permitir, hoje, a abertura de corredores humanitários em quatro cidades ucranianas, nomeadamente Kiev, Mariupol, Kharkiv e Sumi. Segundo as agências de notícias russas, citadas pela imprensa internacional, a informação foi conferida à Cruz Vermelha, à Organização para a Segurança e Cooperação na Europa e à ONU.

As Forças Armadas russas alegam que a decisão foi tomada perante a situação humanitária catastrófica e o seu forte agravamento nas quatro cidades.

Um dos corredores será aberto a partir de Kiev, passando pelas cidades de Gostomel, chegando a Chernobyl e às cidades bielorrussas de Gden e Gomel, com o posterior transporte, por via aérea, das pessoas deslocadas para a Federação Russa.

A partida de Mariupol será por duas vias. A primeira rota segue para Rostov-on-Don, já na Rússia, e depois por via aérea, ferroviária e rodoviária, para destinos seleccionados ou centros de alojamento temporário. O segundo é entre Mariupol e Magush, na bacia de Donetsk.

A rota de Kharkiv segue para Belgorod, já na Federação Russa, para depois fazer chegar os refugiados por via aérea, ferroviária e rodoviária para destinos seleccionados ou centros de alojamento temporário.

Já a partir de Sumi estão estabelecidas duas rotas: a primeira para Belgorod e a segunda para Poltava, na Ucrânia.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos