O País – A verdade como notícia

Roubo de equipamento lesa EDM em 5 milhões de meticais em Manica

A empresa Electricidade de Moçambique (EDM) acumulou prejuízos na ordem de 5.3 milhões de meticais devido à vandalização de postos de transformação de energia e roubo de cabos eléctricos.

A situação faz com que a empresa, de acordo com o seu delegado em Manica, mobilize fundos para a reposição dos prejuízos, quando devia usar o mesmo valor para efectuar novas ligações em povoados que ainda não se beneficiam da rede eléctrica nacional.

“Só no ano passado, tivemos um prejuízo de cerca de cinco milhões e 300 mil meticais. Com este valor, podíamos electrificar cinco povoados, isto iria aumentar o nosso desafio de acesso universal de energia até 2030”, disse Eduardo Pinto, lembrando que o plano da EDM é de efectuar em todo o país 300 mil novas ligações, uma meta cuja efectivação poderá estar comprometida devido ao fenómeno de vandalização do material da instituição que monopoliza o fornecimento de energia eléctrica no país.

O distrito de Manica, na província do mesmo nome, lidera neste tipo de casos com registos a apontarem para seis PT’s que foram vandalizados em menos de um ano. A situação já tira sono às autoridades.

Carlos Malia, administrador daquele distrito, apela à vigilância por parte da comunidade para que casos de género possam ser ultrapassados.

Recentemente, as autoridades desdobraram-se na caça aos ladrões de material da EDM e a operação resultou na detenção seis supostos praticantes destes actos, que se encontram encarcerados no comando distrital da PRM em Manica.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos