O País – A verdade como notícia

Ronaldo em terceiro na eleição do ‘Guardian’: “Um ano para esquecer”

Esta quinta-feira, o jornal britânico Guardian divulgou o top-10 daqueles que considerou terem sido os 100 melhores futebolistas em 2020. A primeira posição foi ocupada por Robert Lewandowski, avançado polaco do Bayern que nesta última semana também venceu o prémio The Best, da FIFA. No segundo lugar do pódio ficou Lionel Messi, enquanto o internacional português Cristiano Ronaldo surge no terceiro posto.

“Pelos padrões de um dos melhores futebolistas da história, este foi um ano para esquecer. Cristiano Ronaldo venceu a sua segunda Serie A mas isso era o mínimo que se podia esperar de uma equipa que ganhou os últimos nove títulos. A Juventus perdeu a final da Taça e saiu da Liga dos Campeões nos oitavos de final e a Bola de Ouro foi cancelada, mas Ronaldo até falhou na eleição do prémio de melhor jogador da temporada em Itália. (…) Apenas três elementos do nosso júri votaram nele como melhor jogador do ano, ao contrário dos 11 em 2019”, lê-se no artigo para justificar o lugar do avançado da Juventus.

Kevin De Bruyne, Sadio Mané, Erling Haaland, Kylian Mbappé, Mohamed Salah, Neymar e Virgil Van Dijk completaram, por esta ordem, os primeiros 10 lugares da votação.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos