O País – A verdade como notícia

Representante da ONU defende maior preparação da juventude para melhor encarar o futuro

A representante das Nações Unidas em Moçambique defende maior preparação da juventude para melhor encarar o futuro e enaltece o papel do MOZEFO Young Leaders na busca de melhores caminhos para o empoderamento juvenil.

Myrta Kaulard, que falava no âmbito da terceira edição do evento, que se realiza entre os dias 10 a 14 do mês em curso, diz ser importante preparar os jovens para aumentar a auto-confiança.

“É essencial preparar bem a juventude. Preparar bem em termos de educação, em termos de conhecimentos de tecnologias, de capacidade de inovação e também de autoconfiança, porque com uma geração tão grande dos jovens, se eles estiverem bem preparados para o trabalho, o desenvolvimento sustentável é seguro para todo o mundo, disse Kaulard, acrescentando que os jovens devem liderar a concretização dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável”.

Falando sobre o lema do evento, vamos liderar a transformação – o futuro somos nós, Kaulard enfatizou que os jovens devem ser donos do seu próprio destino, ao qual tem a responsabilidade de prepara-lo com determinação.

“É um tema muito bom deste MOZEFO Young Leaders porque tem uma capacidade de pôr os jovens no centro é importante dar responsabilidade aos jovens porque eles são capazes. Precisamos igualmente de proteger mais os jovens, principalmente as mulheres, da violência, porque ela tem o efeito de reprimir e não permitir a autoconfiança que é necessária para os jovens contribuírem de maneira positiva no desenvolvimento do país”

As Nações Unidas fazem parte dos parceiros do MOZEFO Young Leaders. Pela importância do evento, Myrta Kaulard considera relevante mantê-lo, mesmo em tempos de pandemia como a COVID-19.

“É muito importante a juventude ter estas ocasiões para expressar os seus desejos, suas ideias e o que eles precisam e o que eles querem fazer”, destacou a fonte, congratulando a organização do evento pelo alto sentido de adaptação às restrições impostas pela pandemia e manter a realização do evento.

Myrta Kaulard destacou ainda o papel da juventude no combate à pandemia da Covid-19, apelando maior envolvimento dos jovens na divulgação de mensagens de prevenção da doença.

“Não podemos permitir que a pandemia nos desvie das prioridades do desenvolvimento sustentável. As pandemias podemos sempre ter sempre, precisamos de estar preparados e esta é a mentalidade de adaptação que os jovens podem ajudar a desenvolver pelo mundo.

A terceira edição do MOZEFO Young Leaders, a primeira virtual, por causa das restrições impostas no âmbito da prevenção da COVID-19, terá lugar de 10 a 14 de Agosto, transmitida através da televisão e plataformas digitais

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos