O País – A verdade como notícia

Rendimentos da ENH abrandam em 2017

A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos registou menos rendimentos financeiros em 2017, comparativamente ao ano anterior, indica o relatório das demonstrações financeiras consolidadas da firma.

A Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, ENH, o “braço” do Estado moçambicano no negócio do gás e petróleo, até registou um aumento na venda de bens e serviços em 2017, se comparado ao ano anterior, encaixando mais dinheiro com o transporte e venda do gás do Pande e Temane, arrendamento de imóveis e serviços de construção.

Contundo, as demonstrações financeiras consolidadas referentes ao exercício económico de 2017, consultadas pela STV, revelam que o rendimento financeiro caiu ligeiramente para 6.6 biliões de meticais, abaixo dos 6.7 biliões de meticais, registados em 2016.

A justificar essa quebra de rendimentos estão as reduções nos ganhos em participações financeiras da ENH, redução nos rendimentos de imóveis, assim como nos juros obtidos.   

  O relatório da ENH revela, igualmente, que de 2016 a 2017, a empresa registou um crescimento do volume de negócio.
Em 2016 a ENH registou cerca de 2.1 biliões de meticais, contra 2.7 biliões de meticais do volume de negócios, registado no ano seguinte.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos