O País – A verdade como notícia

Relatório aponta que o ANC terá permitido saque dos cofres do Estado

Foto: News24

Um inquérito entregue ao presidente da África do Sul, ontem, constatou haver uma série de ligações suspeitas entre o ex-presidente Jacob Zuma e a família dos Gupta, facto que terá ditado a captura da concessionária de energia Eskom.

Há anos, um relatório independente, encomendado pelo Governo sul-africano, apurou que os membros da poderosa e rica família Gupta influenciaram decisões governamentais, incluindo a nomeação de ministros, aproveitando-se dos laços estreitos com o antigo presidente Jacob Zuma, cujos filhos trabalharam para as empresas associadas aos Gupta.

Desde lá a esta parte, o Governo da África do Sul tem estado a averiguar as supostas ligações entre os Guptas e Jacob Zuma, e a quarta parte do relatório do inquérito, relativo à Eskom, aponta o dedo para Zuma na manobra de captura da empresa pública de electricidade.

No documento entregue ao presidente Cyril Ramaphosa, na sexta-feira, refere-se que o ex-presidente Jacob Zuma ajudou a família Gupta na captura da concessionária de energia Eskom.

Nesse sentido, a poderosa e rica família orquestrou suspensões repentinas na liderança da Eskom, em 2015, para que os seus associados pudessem ser lançados de pára-quedas para posições estratégicas daquela companhia.

Segundo a News24, a empresa endividada vem tentando recuperar os fundos perdidos em acções ilegais, durante a cera de Jacob Zuma, em cerca de 3,8 bilhões de rands.

em danos sofridos devido às, disse. chefe de justiça Raymond Zondo

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos