O País – A verdade como notícia

Reino Unido predispõe 1,8 milhões  de libras para apoiar os afectados pelos ciclones em Moçambique

O Reino Unido está a fornecer 1,8 milhões de libras esterlinas, cerca de 152 milhões de Meticais, de ajuda de emergência às pessoas afectadas pela época dos ciclones Gombe e Ana.

Este financiamento irá apoiar a Organização Internacional para as Migrações (OIM), o UNICEF e o Programa Mundial para Alimentação (PMA) a fornecer assistência humanitária às pessoas severamente afectadas por estes fenómenos climáticos extremos.

O UNICEF fará a gestão de 1 milhão de libras esterlinas para reabilitação de infra-estruturas de água, fornecimentos e programas relacionados com as actividades, como educação, água e saneamento e saúde.

A OIM usará 500.000 libras para aumentar a sua capacidade para responder e abordar as necessidades imediatas e emergentes das pessoas deslocadas internamente e de outras comunidades afectadas no Centro e Norte de Moçambique.

O WFP fará uso de 300.000 libras esterlinas para tratar cerca de 6.000 crianças com menos de cinco anos de idade que sofrem de desnutrição aguda e moderada e também irá prover um “super cereal” adicional que permitirá reabilitar cerca de 5.700 mulheres grávidas e lactantes com desnutrição aguda nestas zonas afectadas.

Segundo os últimos relatórios, 53.913 casas foram destruídas e outras 41.587 foram danificadas, particularmente nas províncias de Nampula, Zambézia, Niassa, Tete e Sofala. Mais de 19.000 pessoas foram forçadas a fugir das suas casas e estão a ser alojadas em centros de alojamento e outras já se encontravam em centros de trânsito. O temporal que afectou a cidade da Beira pode causar mais danos para além dos já provocados pelo ciclone Gombe.

“Estamos a trabalhar com parceiros, incluindo o INGD, para fornecer ajuda emergencial às famílias afectadas pelo ciclone tropical Gombe. O Reino Unido fará tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar quem mais precisa”, disse NneNne Iwuji, Alta Comissária Britânica para Moçambique.

O Reino Unido tem estado a trabalhar com o INGD na preparação para a época de ciclones, incluindo a utilização de drones para aceder a danos e alcançar locais remotos ou sem acesso.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos