O País – A verdade como notícia

Reduzem receitas provenientes das áreas de conservação na província de Maputo

Com 15 áreas de conservação de uso sustentável, ocupando uma área de 410 mil hectares, dos quais 104 mil hectares da Reserva Especial de Maputo, 67,8 mil hectares da Reserva Marinha Parcial da Ponta d’Ouro e 13 Fazendas do Bravio com uma extensão de 238 mil, a província de Maputo conseguiu arrecadar em 2019 cerca de 21 milhões de meticais, segundo a Secretária de Estado da província, Vitória Diogo.

Entretanto, no primeiro semestre deste ano, a província arrecadou apenas 2,5 milhões, ou seja, cerca de 20% do total arrecadado no ano passado, o que coloca de longe a possibilidade de alcance das metas se comparado com o período homólogo de 2019. Esta redução deve-se ao impacto da pandemia da COVID-19 no turismo.

Por causa da pandemia, o rendimento das famílias também poderá registar um abrandamento. Se em 2019 foram encaminhados cerca de 3 milhões de meticais, o correspondente a 20% das receitas da província para as comunidades, este ano o valor vai baixar mais que a metade.

As quinze áreas de conservação da Província de Maputo empregam 469 trabalhadores, maioritariamente jovens. Refira-se que a Reserva Especial de Maputo conta actualmente com 5330 animais de diferentes espécies.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos