O País – A verdade como notícia

Reconstrução e regresso das populações são a próxima missão das forças de Moçambique e Ruanda

O Presidente do Ruanda, Paul Kagame, está em Pemba desde o fim da manhã de hoje para participar nas cerimónias alusivas a 25 de Setembro, dias das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FDM).

No início da tarde, vestidos de uniforme militar das respectivas FDS, foram saudar a tropa conjunta dos dois países que combate os terroristas, já com avanços significativos e que permitiram recuperar grande parte do território que antes estava sob domínio dos insurgentes.

Kagame disse aos seus militares que agora a missão que eles têm é, junto à contraparte moçambicana que deve liderar o processo, garantir a ordem e tranquilidade nas áreas recuperadas, permitir a reconstrução e o regresso da população às suas zonas de origem. O Presidente do Ruanda agradeceu ao Governo e ao povo moçambicano por terem aceitado que a missão do seu país colaborasse no combate ao terror.

Por seu turno, Filipe Nyusi agradeceu ao Governo ruandês e ao seu povo por terem disponibilizado os seus melhores filhos para ajudar Moçambique a fazer face ao conflito militar.

O Chefe do Estado moçambicano reiterou que o desafio agora é mesmo manter as conquistas alcançadas e permitir que o ritmo de desenvolvimento que estava em curso naquela região possa voltar.

Nyusi disse que a tropa ruandesa assumiu a missão como sua e tem demonstrado amor ao povo moçambicano que o trata como seus pais, avós e irmãos, o que, até certo ponto, facilita as acções de combate ao terror no terreno.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos