O País – A verdade como notícia

Reclamados todos corpos na morgue do Hospital Distrital da Manhiça

Os 31 corpos que se encontravam na morgue do Hospital Distrital da Manhiça, província de Maputo, em consequência do acidente de viação ocorrido a 3 de Julho corrente, já foram reclamados. A unidade sanitária diz que viveu momentos de agitação, não foi fácil gerir a situação, mas o trabalho voltou à normalidade.

O trabalho voltou à normalidade no Hospital Distrital da Manhiça, a maior unidade sanitária do distrito, mas quem passa do local do acidente, na Estrada Nacional número um (EN1), ainda vê vestígios da tragédia.

Na manhã deste sábado, o director distrital de Saúde da Manhiça disse que não foi um processo fácil gerir os corpos devido à limitação de espaço no Hospital Distrital da Manhiça.

“Neste momento o Hospital Distrital da Manhiça não tem nenhum óbito, todos corpos foram reclamados e já foram encaminhados as famílias para a realização de cerimónias fúnebres. Mesmo em termos de feridos, neste momento, não temos nenhum ferido, pois, o único que estava connosco já foi transferido ao Hospital Central de Maputo”.

Apesar de tamanha pressão registada nos dias 3, 4 e 5 do mês em curso, a unidade sanitária não registou roptura no banco sangue, uma vez que todos os sobreviventes em estado grave foram urgentemente transferidos para o Hospital Central de Maputo.

“Felizmente não tivemos roptura no banco de sangue porque os feridos permanecerão pouco tempo. E os que estiveram aqui, nesses dias, tiveram o sangue, daí que não tivemos mortes na nossa unidade sanitária. Soubemos gerir, podemos dizer que neste momento, contamos ainda com algum stock de sangue e apelamos a todos que têm capacidade de doar o líquido vital que o façam, pois estarão a salvar vidas”.

Dos dez pacientes internados no Hospital Central de Maputo, três já tiveram alta, incluindo a criança. Assim sete continuam internados e fora de perigo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos