O País – A verdade como notícia

Ramaphosa faz seu primeiro discurso sobre estado da nação

Cyril Ramaphosa, Presidente da África do Sul, falou a instantes sobre o estado da nação. Foi um discurso que praticamente focou todos aspetos da vida social e económica da África do Sul.

Cyril Ramaphosa disse que pretendia aproveitar este ano do centenário de Mandela, para reavivar a visão e o sonho de Madiba de construir uma África do Sul onde as pessoas todas partilham as riquezas do país independentemente da sua raça, cor condição social, género ou crença. Isso segundo Ramaphosa passa também por ter dirigentes com um comportamento e uma liderança ética. Alias, a questão de ética esteve sempre presente no discurso de Ramaphosa, tendo dito que os dirigentes devem sempre saber que estão para trabalhar para o povo e não para si próprios.

A nível económico Ramaphosa apontou o sector mineiro como importante para o país e disse que iria ajudar a limar as diferenças que existem entre os donos das minas e os trabalhadores. Disse também que era necessário que os detentores das minas trabalhassem juntos para reduzir os acidentes que se tem verificado.

Ainda na área económica, o novo presidente sul-africano referiu que era fundamental apostar mais nas pequenas e medias empresas, que são as que garantem mais emprego e tornam a economia sustentável. Acrescentou que o seu governo estava a preparar um fundo para incubação de novas PMEs e incentivar o empreendedorismo, e que o mesmo devia ser feito pelas grandes empresas.

Falou também da agricultura tendo defendido que a distribuição de terra seria acelerada e que haveria no país a expropriação de terras sem nenhuma compensação estando para isso em preparação a modalidade para o efeito.

No seu discurso Ramaphosa estender uma palavra de gratidão ao ex-presidente Jacob Zuma pela maneira como ele se aproximou desse processo difícil e sensível.

"Gostaria de agradecê-lo por seu serviço à nação durante seus dois termos como Presidente da República, durante o qual o país fez progressos significativos em diversas áreas de desenvolvimento".

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos