O País – A verdade como notícia

Khanimambo, Rady Gramane

Rady Gramane falha final do Mundial de Boxe ao perder diante da canadense Tammara Thibeault, de 25 anos de idade, com muita experiência na modalidade. Para além de ser medalha de bronze no Campeonato Mundial de Boxe Feminino da AIBA de 2019, Tammara representou o Canadá nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020.

Rady Gramane, que combateu por volta das 19h00 de Maputo, não conseguiu se qualificar à final, tal como Alcinda, entretanto, deixou boas indicações aos terminar como a terceira melhor pugilista do mundo, na categoria dos 70-75kg, ao perder diante da canadense, Tammara Tammara Thibeault, 25 anos de idade, com muita experiência na modalidade. Para além de ser medalha de bronze no Campeonato Mundial de Boxe Feminino da AIBA de 2019, Tammara representou o Canadá nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020.

Num renhido combate no qual a moçambicana tentou sempre estar na mó de cima, atacando incessantemente a adversária nos três assaltos, Rady viu-se traída pela altura da adversária, que conseguiu esquivar os golpes por si aplicados, constantemente.

Rady, tentou, tal como nos “quartos” superar a adversária bastante avantajada, em termos de altura.

A luta foi também de muito contacto, dado que sempre que cada uma das contendoras se via à nora, recorria ao “abraço”.

A vitória da canadense, não deixa, no entanto, apagada a excelente prestação da pugilista moçambicana, que vem se reafirmando no plano internacional, ela que para além de ser cinco vezes campeã da Zona IV, ganhou medalha de prata no Torneio Internacional de Budapeste, na Hungria, em Fevereiro, e teve uma prestação de grande nível nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano passado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos