O País – A verdade como notícia

Quénia pretende reduzir poluição marinha até 2025

A conferência internacional "Crescendo Azul" promove o diálogo sobre a implementação do 14º Objectivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS), no primeiro dia de debates.

Com duração de dois dias, este fórum acontece no Centro de Conferências Joaquim Chissano com a presença de diversas personalidades.

Dixon Waruinge, secretário da convenção de Nairóbi e orador do tema "Vida debaixo de água: desafios de implementação das metas do 14º objectivo de desenvolvimento sustentável" afirmou que o Quénia está a trabalhar, para reduzir ou minimizar a poluição marinha até 2025.

De lembrar que os 17 ODS devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030 e o objectivo 14 versa sobre a "Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável".

Segundo Waruinge a Economia Azul é uma oportunidade para prosperar e encontrar soluções para redução da pobreza, através do petróleo e gás, uma das indústrias mais fortes na região.

O objectivo é reforçar a política de conservação das áreas marinhas e desenvolver a indústria sem a emissão de carbono, com o uso da tecnologia verde, tendência mundial para a redução do impacto dos recursos tecnológicos no meio ambiente.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos