O País – A verdade como notícia

Quatro “capacetes azuis” mortos durante um ataque no norte do Mali

Quatro “capacetes azuis” do Chade, da missão da Organização das Nações Unidas (ONU) no Mali, foram mortos, na sexta-feira, durante um ataque contra o seu acampamento na comunidade Aguelhok, no nordeste do país, a cerca de 200 quilómetros do posto de fronteira com a Argélia, escreve a Lusa.

Em comunicado de imprensa, a missão disse que o ataque foi “complexo e perpetrado” por vários terroristas “fortemente armados. Os atacantes sofreram grandes perdas e há vários mortos abandonados no local”.

“Duas posições da nossa força foram atacadas hoje de manhã, em Aguelhok. Perdemos quatro elementos, incluindo o chefe do destacamento e registamos 16 feridos”, indicou à Agência France Presse uma fonte militar do Chade, que pediu anonimato.

Segundo a nota, helicópteros foram enviados para retirar os feridos do local.

ANTÓNIO GUTERRES CONDENA ATAQUE CONTRA MISSÃO DA ONU NO MALI

O secretário-geral da ONU condenou o ataque de grupos armados contra o acampamento da missão, em Aguelhok, no Mali. António Guterres elogiou a coragem e a bravura dos “capacetes azuis” e agradeceu às forças internacionais pelo apoio aéreo.

Para Guterres, “trata-se de mais uma tentativa contra o processo de paz, mas que não vai afectar a determinação desta força em continuar a cumprir o seu mandato”.

O secretário-geral das Nações Unidas pediu às autoridades do Mali para que “não poupem esforços para identificar e responsabilizar, sem demora, os autores do ataque hediondo”, reiterando a solidariedade da ONU com o povo e o Governo do Mali na busca da paz.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos