O País – A verdade como notícia

Quatro anos depois IFAPA’s retomam com formação de nível de médio

Quatro anos depois da interrupção nas graduações, os institutos de Formação em Administração Pública e Autárquica (IFAPA) das cidades da Matola, Beira e Lichinga voltam às formações de três anos.

Conforme avançou à imprensa o director-adjunto da gestão de recursos humanos do Estado, “a dinâmica que o Ministério da Administração Estatal e Função Pública está a imprimir visa garantir que a retoma aconteça em Março”.

Ora, em Março, para além de funcionários públicos, podem fazer parte nestes centros de ensino os que não fazem parte do aparelho do Estado.
“Vamos formar nas áreas de Recursos Humanos, Gestão Financeira e Patrimonial e Autárquica”, avançou Fidel Muiambo, que falava esta sexta-feira a jornalistas, durante uma reunião em Maputo.

Nos quatro anos que os IFAPA’s interromperam as graduações, o Ministério da Administração Estatal e Função Pública diz que notou vazio da única instituição do Estado que forma técnicos médios em Administração Pública.

“Notou-se essa ausência e, desse facto, o Governo decidiu de forma bastante sábia retomar as graduações”, realçou Muiambo.
Entre as causas que ditaram a interrupção dos ingressos nos IFAPA’s em 2015, está o facto de o Governo ter constatado a necessidade de actualização dos modelos de formação.

Para harmonizar os aspectos essenciais que vão permitir a retoma das graduações dos IFAPA’s, o Ministério da Administração Estatal e Função Pública reuniu dirigentes desses centros de ensino, num encontro de dois dias em Maputo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos