O País – A verdade como notícia

Quase metade dos Mambas não jogou esta semana

Fotos: O País

Apenas um dos três guarda-redes foi titular neste fim-de-semana. Mas também apenas dois defesas não jogaram nas suas equipas. Os médios, todos eles jogaram e, nos avançados, metade esteve em evidência e outra metade de fora nos seus clubes.

Os embates das duas últimas jornadas de qualificação ao Mundial 2022 estão a aproximar-se e dos jogadores convocados por Chiquinho Conde, alguns deles não têm estado bem nas suas equipas. Mas, outros há, na sua maioria, aqueles que jogam regularmente e podem ser uma mais-valia ao conjunto moçambicano. Analisamos a prestação dos 23 Mambas chamados para os embates diante da Costa do Marfim e Malawi.

 

APENAS O GUARDA-REDES IVAN JOGOU

Dos três guarda-redes convocados por Chiquinho Conde, apenas Ivan, campeão nacional pela Black Bulls, esteve em acção, no embate em que a sua equipa venceu o Ferroviário da Beira e conquistou o título inédito, enquanto Ernan, do Ferroviário de Maputo, não saiu do banco, no embate entre a sua colectividade e o Matchedje de Mocuba.

Já Victor Guambe, do Costa do Sol, continua lesionado e, pelo quarto jogo consecutivo, não representou a sua equipa.

 

MEXER E BONERA ÚNICOS DEFESAS AUSENTES DOS ÚLTIMOS JOGOS

Dos que actuam internamente, todos estiveram em acção. Sidique, na vitória da União Desportiva de Songo sobre a Associação Desportiva de Vilankulo, Fidel e Martinho, que se tornaram campeões nacionais a representar na Black Bulls, na vitória sobre os vice-campeões nacionais.

Dos que actuam além-fronteiras, mais concretamente em Portugal, Zainadine Jr. fez os 90 minutos do jogo em que a sua equipa, o Marítimo, perdeu em casa diante do Gil Vicente, por 1-2, caindo para a penúltima posição, com apenas sete pontos em 10 jogos. Já Bonera, no Marítimo B, esteve no banco no embate entre a sua equipa, que venceu a União da Madeira, por duas bolas sem resposta.

Na França, Reinildo até mandou na defesa do Lille, no Parc des Princes, no embate diante do PSG. Deu luta a Messi, Di Maria e Neymar, viu um cartão amarelo, mas não conseguiu evitar a derrota, por 2-1, já nos instantes finais. O Lille está na 12ª posição, agora com 15 pontos.

Já Mexer, depois de cinco jogos a titular, onde chegou a marcar um golo, teve os dois últimos jogos fora das contas do técnico, por opção.

Por seu turno, Edmilson, que regressa aos convocados, tem estado em evidência na sua equipa, o Cape Town City da África do Sul. É titular nos últimos jogos e pode ser opção esta quarta-feira, no embate diante do Chippa United.

 

TODOS OS MÉDIOS TITULARES NAS SUAS EQUIPAS

Dos Mambas chamados por Chiquinho Conde para a zona intermediária, apenas um actua internamente, nomeadamente Shaquile, do Ferroviário de Maputo. O médio, que também é uma mais-valia para os “locomotivas” da capital do país, esteve em peso na partida diante do Matchedje de Mocuba, que terminou no empate a um golo.

Os restantes actuam fora de portas, com destaque para Luís Miquissone que foi titular na equipa de Pitso Mosimane, o Al Ahly do Egipto, na vitória sobre o National Bank Egypt, à tangente. Miquissone acabou substituído aos 63 minutos, por El Shahat, logo a seguir ao golo da sua equipa. Ainda em África, Kambala também tem estado em grande no Baroka da África do Sul e sempre titular, tal como aconteceu na partida desta terça-feira, diante do TS Galaxy, para a nona jornada da PSL.

Em Portugal, o internacional moçambicano Geraldo Matsimbe, que regressa aos convocados depois de muito tempo de ausência, tem merecido a confiança do seu treinador. Desde que trocou o Costa do Sol pelo clube português da Liga 3, Geraldo é titular na sua equipa, tal como no passado sábado, no nulo diante do Oliveirense.

O mesmo pode dizer-se de Gildo Vilankulos, que, nos últimos três jogos do Amora FC, é titular e já marcou um golo. No domingo, foi substituído aos 87 minutos na vitória da sua equipa sobre o Sporting B, equipa a que se alinhou, a titular, e fez todo o jogo, outro internacional moçambicano, Geny Catamo. Aliás, Catamo voltou à titularidade nesta partida, depois de não ter saído do banco diante do Famalicão, na semana passada.

 

APENAS WITI, KAMO KAMO E DAYO JOGARAM ESTA SEMANA

O único avançado internacional a actuar internamente é Dayo, do Ferroviário da Beira, que foi titular diante da Black Bulls, no jogo que confirmou o título inédito dos “touros”.

De Portugal, Chiquinho Conde chamou três avançados. Clésio, do Marítimo de Portugal, que não tem estado bem. Desde que regressou a Portugal, para representar o Marítimo, apenas fez 18 minutos, tendo feito três jogos, entrando quando faltavam seis minutos para o fim de cada uma delas. Depois de dois jogos sem ser convocado, neste fim-de-semana não saiu do banco de suplentes.

Witi, por seu turno, fez apenas 12 minutos esta segunda-feira pelo Nacional de Portugal, na vitória sobre a Académica, por 2-1. Facto é que o jogador já leva dois golos e duas assistências nesta temporada nas diversas competições, nomeadamente Taça da Liga, Taça de Portugal e II Liga.

Outro moçambicano a actuar em Portugal é Kamo Kamo, no Vitória de Setúbal. Nos primeiros dois, foi suplente utilizado, mas, a partir do terceiro jogo até a esta altura, tem sido titular e já marcou um golo e fez duas assistências. O próximo jogo de Kamo Kamo é na quinta-feira.

Já Domingues, que também marca o regresso aos Mambas, não tem sido utilizado no Royal AM da África do Sul. Fez apenas dois jogos, em Agosto, e de lá para cá oscila entre o banco e a bancada.

Por fim, está Reginaldo Faife, do Akzhayik do Cazaquistão, que não tem sido feliz no regresso a Cazaquistão. Na sua nova equipa, fez apenas três jogos, nos sete a que foi chamado, sendo que, nos últimos três jogos, não saiu do banco.

Estes jogadores chamados por Chiquinho Conde juntam-se, na próxima semana, para os dois confrontos, que fecham a fase de grupos de qualificação ao Mundial 2022, diante da Costa do Marfim e Malawi, respectivamente a 13 e 16 de Novembro, no Benin.

 

EIS A LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes:

Ernan (Ferroviário de Maputo)

Victor Guambe (Costa do Sol)

Ivan Urrubal (Black Bulls);

 

Defesas:

Sidique (UD de Songo)

Fídel (Black Bulls)

Zainadine Jr. (Marítimo de Portugal)

Bonera (Marítimo de Portugal)

Mexer (Bordéus da França)

Martinho (Black Bulls)

Reinildo Mandava (Lille da França)

Edmilson Dove (Cape Town da África do Sul);

 

Médios:

Kambala (Baroka da África do Sul)

Geraldo (Fafe de Portugal)

Geny (Sporting de Portugal)

Shaquille (Ferroviário de Maputo)

Miquissone (Al-Ahly do Egipto)

Gildo (Amora de Portugal);

 

Avançados:

Witi (Nacional de Portugal)

Clésio (Marítimo de Portugal)

Dominguez (Royal da África do Sul)

Kamo-Kamo (Setúbal de Portugal)

Reginaldo (Akzhayik do Cazaquistão)

Dayo (Ferroviário da Beira)

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos