O País – A verdade como notícia

Quando a áurea de campeão vem ao de cima

Ferroviário de Maputo venceu, quinta-feira, o Costa do Sol(63-57) em jogo da 9ª jornada do Torneio Nutrição de Basquetebol em seniores femininos. Ao nível dos masculinos, Costa do Sol, Ferroviário de Maputo, Maxaquene e A Politécnica qualificaram-se para as meias-finais.

Duelo de “gigantes” no pavilhão do Desportivo Maputo, confronto entre dois dos conjuntos que reúnem as melhores atletas da actualidade nos respectivos plantéis. Jogo de cortar a respiração, excelente propaganda para o basquetebol moçambicano.

Na quadra do pavilhão do Desportivo, o Costa do Sol controlou o primeiro quarto, etapa na qual venceu por 15-5. As bicampeãs nacionais não tiveram clarividência ofensiva e agressividade defensiva.

No segundo quarto, as “canarinhas” voltaram a liderar a marcha do marcador, saindo a vencer por um parcial de 15-10. Com 15 pontos de vantagem ao intervalo (30-15), o Ferroviário de Maputo precisava de fazer os ajustes defensivos e ir buscar o resultado.

O terceiro quarto, com melhor pontuação, trouxe um Ferroviário de Maputo com outra abordagem ofensiva e defensiva. O conjunto de Nasir “Nelito” Salé pressionou mais o adversário, sendo que no final desta etapa liderou com um parcial de 17-13.

O quarto foi novamente controlado pelas campeãs nacionais Salé que venceram por um parcial de 18-7. Com o jogo empatado (50-50), teve que se recorrer ao tempo extra para se encontrar o vencedor. Nesta etapa, o Ferroviário de Maputo voltou a ser mais forte vencendo por 13-7.

Ainda a contar para a 9ª jornada do Torneio Nutrição, a APolitécnica superiorizou-se ao Maxaquene, vencendo o jogo por 71-59.  

As “politécnicas” confirmaram o seu favoritismo diante de um conjunto “tricolor” que, depois de sofrer uma razia, aposta em jovens atletas com vontade de se afirmarem na modalidade da bola ao cesto.

Favoritos impõem-se em masculinos

Ao nível dos seniores masculinos, já estão definidos os jogos das meias-finais do Torneio Nutrição. Com efeito, o Ferroviário de Maputo joga o acesso à final diante do Maxaquene, clube com mais títulos conquistados em Moçambique.

Já o Costa do Sol, vice-campeão nacional, bate-se com A Politécnica, campeão da cidade, num duelo entre dois conjuntos com investimentos completamente diferentes na aquisição de atletas. Os canarinhos, sabe-se, investiram bastante com a contratação de atletas internacionais.

Nos “quartos”, o Ferroviário de Maputo derrotou o Desportivo de Horácio Martins (69-50), enquanto o Costa do Sol “despachou” o Atlético (85-50).

Por sua vez, o histórico e renovado Maxaquene aplicou “chapa 100” ao Matolinhas, vencendo por 103-43. A Universidade Pedagógica, conjunto que há dois anos fez uma campanha interessante na Liga Moçambicana de Basquetebol, caiu aos pés da A Politécnica com quem perdeu por 77-62.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos