O País – A verdade como notícia

Províncias receberam 121.530 doses da vacina contra Coronavírus e sobraram outras 78.470

Das 200 mil doses da Vacina Verocell que o país recebeu em jeito de doação da China, até esta terça-feira, o total do que foi alocado para todas as províncias do país somava 121.530 doses, segundo o Ministério da Saúde (MISAU).

Ou seja, sobram, sob gestão do MISAU ao nível central, 78.470 doses. Mas não se sabe ao certo sobre o destino dessas doses, uma vez que há ausência de informação e o plano de vacinação ainda continua desconhecido pelos moçambicanos.

Ora, feitas as contas, com a soma do que até ao momento foi alocado para as províncias -que são as 121.530 doses, divididas por dois, uma vez que a vacina é administrada duas vezes por cada profissional de saúde – o resultado dá 60.765 doses. Isto quer dizer que 60.765 é o número de profissionais que, provavelmente, poderá receber a vacina.

De acordo com o que apurou “O País”, nesta primeira fase a imunização é priorizada aos profissionais do Sistema Nacional de Saúde, sendo que o número das doses distribuídas abarca, exclusivamente, essa classe.

Ainda de acordo com informações do MISAU, constam, igualmente, do grupo considerado prioritário nesta primeira fase de vacinação, os profissionais da saúde do sector privado, bem como os activistas que auxiliam as actividades nas diversas unidades sanitárias do país.

Entretanto, as doses distribuídas em todas as províncias não contemplam estes grupos, uma vez que são destinadas exclusivamente ao Sistema Nacional de Saúde, sendo que a Saúde poderá decidir, adiante, pela distribuição ao sector privado e aos activistas.

Espera-se que o plano de vacinação seja em breve anunciado e sejam conhecidos os detalhes sobre o processo de imunização, quer dos profissionais de saúde, bem como dos outros grupos considerados prioritários.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos