O País – A verdade como notícia

Mais de 66 mil alunos da 10ª e 12ª classes serão submetidos a exames finais em Maputo

Arrancaram esta segunda-feira, à escala nacional, os exames finais dos alunos da 10ª e 12ª classes do Sistema Nacional de Educação. Na província de Maputo, 66. 557 mil alunos estão inscritos e no primeiro dia de provas, houve estudantes, em número não especificado, que não compareceu, mas também não foram observadas todas as medidas de prevenção da COVID-19.

A província de Maputo criou 164 centros de exames com 6.250 professores controladores e a Escola Secundária da Matola é um desses centros, que na manhã desta segunda-feira arrancou com o exame da disciplina de língua portuguesa para a 10ª classe.

E porque os exames decorrem no contexto da pandemia, é preciso observar com rigor as medidas de prevenção. Aliás, enquanto os exames decorriam, os alunos estavam distanciados, mas durante o intervalo o distanciamento físico foi esquecido, estando alunos em grupinhos comentado o exame, outros ainda sem máscaras de protecção facial. As professoras também não observaram o distanciamento.

Ângela e Jacinta são alunas da décima classe e deploram o facto de alguns colegas seus não estarem a respeitar o distanciamento físico enquanto estiverem no recinto da escola. “Nem todos colegas cumprem com o distanciamento social, há colegas que se abraçam e partilham várias coisas”, disse uma das alunas.

Por seu turno, o porta-voz da Direcção Provincial da Educação na Província de Maputo, José Luís, disse que a situação nas escolas da província está controlada, na medida em que existem meios de prevenção da COVID-19, mas reconheceu que o distanciamento físico no pátio da escola é um grande desafio. Entretanto, a fonte diz que tudo está a ser feito para controlar os alunos.

De forma geral, tanto para os alunos, assim como para a Direção da Escola, o primeiro exame do período matinal correu sem sobressaltos. Elsa Silvestre é directora da Escola Secundária da Matola e disse que o decurso da primeira prova de exame não teve sobressaltos e não houve registo de fraude académica.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos