O País – A verdade como notícia

Província de Maputo: registam-se acidentes no horário em que vigora o recolher obrigatório

Foto: O País

Na província de Maputo, há cada vez mais acidentes de viação que acabam em mortes e feridos nas Estradas Nacionais Número 1 (EN1), 2 (EN2), 4 (EN4), bem como na circular, sobretudo no período do recolher obrigatório, segundo as autoridades, que apontam o consumo de álcool como uma das causas.

Dados do Departamento de Trânsito na província de Maputo apontam para 15 mortes, em resultado de 11 acidentes de viação, em Agosto do ano em curso.

Em igual período deste ano, houve 13 mortes em consequência de 14 sinistros rodoviários, dos quais a maior parte ocorreu no princípio do recolher obrigatório imposto pelo Governo para conter a propagação da COVID-19. Pelos dados disponibilizados, é notável que, no período em análise, houve aumento de casos de acidentes, com ligeira redução no número de mortes.

Suspeita-se que os condutores se façam ao volante a alta velocidade, na tentativa de chegarem aos seus destinos a tempo, de modo a não violarem o decreto presidencial. Domingos Mahumane, chefe do Departamento de Trânsito no Comando Provincial de Maputo, traça o quadro de sinistralidade que tem ocorrido nos últimos tempos.

“Temos visto que muitos acidentes acontecem muito próximo da hora do recolher obrigatório, em situações em que não era susceptível ocorrerem, porque o trânsito está morto. Muitas das vezes, temos notado também que os condutores se envolvem em acidentes contra obstáculos fixos devido à velocidade excessiva em situações desnecessárias.”

A Estrada Circular de Maputo, a EN1, EN2 e a EN4 é que registaram mais acidentes. Aliás, na EN4, no último fim-de-semana, houve vários sinistros mesmo quando se aproximava a hora do início do recolher obrigatório e um deles, que ocorreu no domingo, foi registado por um vídeo amador, tendo causado um morto e um ferido grave.

Fenias Mazive, representante da TRAC, concessionária da EN4, não tem registo de dados do período de Agosto corrente, uma vez que ainda não findou, mas recorreu ao mês de Julho do ano passado para demonstrar a preocupação que se tem e que se deve ter com os acidentes de viação.

Mazive aponta que, em Julho de 2020, houve registo de 52 acidentes de viação que envolveram 88 viaturas e, para igual período deste ano, registaram-se 43 sinistros,

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos