O País – A verdade como notícia

Projecto “metrobus” arranca em Dezembro

O projecto do sistema integrado de transportes para a região metropolitana de Maputo, resultado de uma parceria entre a empresa FLEETRAIL e os caminhos-de-ferro de Moçambique poderá arrancar dentro de duas semanas. A garantia foi dada pelo ministro dos transportes e comunicações, citado pela AIM. As 16 automotoras com quatro carruagens cada, para o arranque da primeira fase do projecto, já se encontram em Maputo. Cada uma das locomotivas pode transportar ate 540 passageiros. A importação destes comboios da Nova Zelândia foi alvo de alguma falácia devido ao facto de terem sido fabricados no longínquo ano de 1973.

O projecto metro-bus, de iniciativa privada, vai custar cerca de um milhão de dólares americanos e faz parte do que o presidente do Município de Maputo, David Simango, descreveu durante a recepção dos 80 autocarros doados pela china, como solução inteligente para a mobilidade urbana e a falta de transporte urbano na capital do país.
Segundo Simango, a disponibilização de transporte urbano, cumprindo rotas e horários rigorosos, fará com que cada vez menos gente recorra a viaturas particulares para se deslocar a cidade, reduzindo assim os congestionamentos. Está também, segundo o edil de Maputo, prevista a colocação de semáforos inteligentes, que a partir de uma central concederão mais ou menos tempo ao sentido de trânsito que tiver maior ou menor fluxo de viaturas. Outra ideia defendida pelo edil de Maputo para a despistar os congestionamentos na cidade de Maputo é a criação do que chamou de ”novas centralidades” ou seja, que haja cada vez menos pessoas a precisar de entrar na cidade de Maputo para tratar de diferentes assuntos, é necessário, segundo Simango, que seja cada vez menos necessário vir a Maputo para tratar seja o que for, incluindo trabalhar.

Com toda esta série de medidas, o edil de Maputo espera uma “morte natural” dos chamados my loves, tanto mais que o país está em processo de compra de mais 300 autocarros.

Para além de automotoras o projecto Metro-bus vai envolver cerca de 100 autocarros de capacidades diversas.
Projecto “metro-bus” vai custar cerca de um milhão de dólares americanos

“A disponibilização de transporte urbano, cumprindo rotas e horários rigorosos, fará com que cada vez menos gente recorra a viaturas particulares para se deslocar a cidade, reduzindo assim os congestionamentos”.

Os my loves vão ter uma “morte natural”.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos